quinta-feira, 10 de outubro de 2013

E Chamava-se Lola

Era uma vez uma garota
Que só sabia amar e querer.
Amava o que não devia
E queria o que não podia.
Olhava sempre pelos outros primeiro.
Passava noites em claro, coitada,
Pensando em quem não pensava nela,
Às vezes, chorando por quem
Jamais choraria de volta pra ela.
Sorria para todos,
Sem nunca ganhar um sorriso em troca.
Um belo dia, olhou-se no espelho.
Descobriu-se tão bela,
Que viu nela mesma
Toda esperança que lhe faltava.
E percebeu que aquele sorriso,
Que brotara em sua face,
Poderia nascer dela mesma,
Sem precisar de um pai.
Saiu de casa, alcançou o mundo.
E hoje é mais feliz do que queria.

Lola Candeias

10 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Ganhou o mundo.
    Ganhou sorrisos que jamais acreditou existir.
    Distribuiu muito mais amor que antes;
    Ainda não recuperou a fe na humanindade. Mas vive um dia depois do outro. Sorrindo.

    Tanta coisa aqui , tanta coisa.

    ResponderExcluir
  3. Um abraço saudoso.
    para sempre saudades..
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apesar de não saber quem é, agradeço .

      Excluir